A Inteligência Artificial e sua História

Venha compreender mais sobre o termo inteligência artificial, o ramo da ciência da computação orientado à automatização do comportamento inteligente em computadores.

Se você não mora em uma caverna, muito provavelmente, deve ter visto que nos últimos meses grandes empresas como: Samsung, Xiaomi e Huawei, implementando um sistema de Inteligência Artificial orientada para gerenciamento de Hardware nos seus smartphones topo de linha.
A Inteligência Artificial e sua História
Porém, o que você, caro leitor, provavelmente não sabe, é de onde veio esse recurso que foi alvo de superstições maléficas (como em Matrix e Exterminador do Futuro) e imaginários utópicos (Como O Homem Bicentenário e Star Wars). Fato é, que a I.A, nos últimos anos, veio sendo absurdamente explorada e aprimorada pra melhor servir aos nossos caprichos e nosso bem estar.

Vamos então entrar de cabeça na história desse conceito tão fascinante e complexo das Redes Neurais e da Inteligência Artificial.
 
Tudo começa na década de 50 com o Dartmouth Summer Research Project on Artificial Intelligence no Dartmouth College em Hanover, New Hampshire, Estados Unidos.

Suas origens vem antes até dos inventos e trabalhos de Alan Turing e Allen Newell. Porem o projeto só ganhou fama no final da década de 90 quando o super computador Deep Blue da IBM venceu o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov.

O que é Inteligência Artificial?

O termo inteligência artificial se refere ao ramo da ciência da computação orientado à automatização do comportamento inteligente em computadores. Só que, nem nós conseguimos definir de forma concreta o que é inteligência por si só.

De modo geral I.A é um sistema que simula a inteligência humana em sistemas computacionais, o que inclui um recurso extremamente complexo que é a capacidade de um computador aprender de forma automática.

Imitar o comportamento humano em situações específicas é relativamente fácil se comparado com imitar o comportamento humano em uma situação mais abrangente. Veja este exemplo:

Um algoritmo que decida escolher entre duas opções baseado em condições anteriores pode tomar a mesma decisão da maioria das pessoas em uma situação tipo essa:

Opção A: Pular de um precipício para chegar ao solo.

Opção B: Dar a volta e chegar ao solo.
 
Não precisa ser um gênio para saber que não se deve pular do penhasco (a menos que seja o Hulk), e que a melhor opção é dar a volta. Mas e que tal a seguinte situação:

Decidir qual curso escolher na faculdade.

Como avaliar as inúmeras opções para chegar a uma conclusão de forma eficiente?

Problemas como esse foram o que levaram a I.A para uma idade das trevas na década de 70, já que os computadores da época não podiam processar tantos dados assim. O que não significa que o conceito não havia sido explorado antes.

História

O marco zero foi na conferência de Dartmouth onde Nathan Rochester, Claude Shannon, Marvin Misky, John McCarty e mais uma galera se encontrou. O campo de pesquisa foi batizado de Inteligência Artificial por McCarty. A partir daí todos aqueles pesquisadores e cientistas se organizaram para levar o projeto adiante. O projeto era tão animador que até a ARPA (criadora da internet) financiou os caras.

Foi aí que em 57 Frank Rosenblatt traz ao mundo o perceptron. Esse algoritmo que tem nome de transformer era uma rede neural de uma camada (calma que vamos falar disso lá na frente), que rodava em um computador chamado Mark1. No ano seguinte surge a linguagem LISP que é referência em sistemas inteligentes.
A Inteligência Artificial e sua História
Mark1 rodando o perceptron
Em 59 surge o termo Machine Learning, que descreve um sistema que dá ao computador a capacidade de aprender funções sem ser programado diretamente para isso. 

Em 64 surge o primeiro chatbot, a ELIZA, que imitava um psicanalista (Freud ficaria orgulhoso), usando respostas baseadas em palavras-chave e estrutura sintática.

Em 69 vem o Sharkey, o primeiro robô que andava, falava, e tinha uma autonomia de ações, era cheio de falhas mas funcionava.
A Inteligência Artificial e sua História
Sharkey
Estes avanços eram surpreendentes para a época, e originaram vários recursos que usamos hoje como tradutor e reconhecimento de fala. Mas nem tudo são só flores, os avanços na área virtual haviam superado os avanços na área física da coisa, o que levou os pesquisadores a empacarem devido à baixa capacidade dos computadores da época.

Tudo só iria mudar na década de 90 quando a internet se populariza e alguns programas que buscavam dados na rede começaram a utilizar sistemas I.A para acelerar o processo (Esse foi o início dos buscadores que seriam inspiração para um tal de Google aí). Os investimentos na área voltaram com tudo nessa época, principalmente quando a IBM (empresa que inventou a I.A na prática) e seu computador Deep Blue derrotaram Garry Kasparov em um jogo de xadrez marcando a história da computação para sempre.
A Inteligência Artificial e sua História
Kasparov x Deep Blue
Em 2002 a iRobot lança o Roomba, que era um assistente de limpeza que superava e muito os modelos antigos.
 
BigDog
Em 2005 a Boston Dynamics lança do BigDog, um robô que pode se locomover em terrenos de difícil acesso para humanos.

Em 2008 a Google lança um sistema de reconhecimento de voz para smartphones e cria o conhecido "Ok Google".

Em 2011 a IBM volta com tudo comemorando seu aniversário, ela lança o Watson, um serviço em nuvem especializado em atividades corporativas, como: Saúde e direito.

A área mais quente desse ramo atualmente é no desenvolvimento de carros autônomos (setor esse liderado pela Uber e Tesla), que vem se desenvolvendo mais e mais nos dias atuais.

Hoje, em 2019 esse ramo foi levado ao extremo, com a ideia de se criar um tribunal automatizado. Esse projeto está sendo desenvolvido principalmente pela Estónia, que visa criar um juiz robô para seus tribunais.

As Redes Neurais

Como dito anteriormente, agora falaremos sobre as redes neurais, e sua participação no ramo da I.A.
 
As redes neurais, são uma representação de neurônios cerebrais em sistemas computacionais. A primeira rede neural era usada para jogar damas e tinha uma única camada de rede, o que limitava seu uso.

As redes mais modernas tem camadas mais profundas e atuam quase que de forma igual ao nosso cérebro, sendo assim instrumentos poderosos que podem aprender e executar comandos complexos para resolver problemas.

Integrada a outros recursos, essas redes podem ser usadas em diversas aplicações como: reconhecimento de voz, reconhecimento de rosto, análise de dados, processamento gráfico, e muito mais.

I.A Hoje

Hoje, a I.A e seus derivados estão implementados em várias coisas do nosso cotidiano, nos permitindo viver uma vida bem mais confortável e sem nos preocuparmos com problemas rotineiros como: lembrar das compras do mês, ficar sem saber onde está aquele lugar que seu amigo falou, e etc.

Se você também acha que podemos levar as soluções computacionais para outro nível de desenvolvimento, deixe aqui seu comentário dizendo o que você acha que podemos criar com essa maravilha computacional chamada inteligência artificial.

Fontes: 
Consulta com o doutor Saulo Augusto, professor de ciência da computação da PUC-MG
Consulta com o doutor Carlos Augusto, professor de programação da PUC-MG

    Ciência Simples
  1. Universo
  2. Física
  3. Teorias
  4. Eco
  5. Bio
  6. Geologia
  7. A Ciência por trás de
    Tecnologia
  1. Linux
  2. Softwares
  3. Review
  4. Hardware
  5. Web
  6. Games
    Sociedade
  1. Religião
  2. Filosofia
  3. História
  4. Ética
    Vídeos
  1. QN NEWS
  2. Queimando Bandeiras
Powered by:
Nome

+Bio +Eco +Saúde A Ciência por tŕas Arquitetura Artigos Casts Ciência Simples Comemoração Engenharia Ética Filosofia Física Games Geologia Hardware História Infográfico Mundi Oldschool Casts Paleontologia Polêmicas Pop QN CASTS QN NEWS QN NEWS 24h Queimando Bandeiras Queimando Circuitos Química Recomendação Religião Sci News Softwares Tech Tech News Teorias Universo Velharia Vídeos
false
ltr
item
Queimando Neurônios - Impulsionando Sinapses: A Inteligência Artificial e sua História
A Inteligência Artificial e sua História
Venha compreender mais sobre o termo inteligência artificial, o ramo da ciência da computação orientado à automatização do comportamento inteligente em computadores.
https://4.bp.blogspot.com/-8U1O3AV2eKg/XKj7InuqeoI/AAAAAAAAyug/G3ZZOqhDquo21QFhwrHL0msxcUCYnBnGgCLcBGAs/s640/AI.webp
https://4.bp.blogspot.com/-8U1O3AV2eKg/XKj7InuqeoI/AAAAAAAAyug/G3ZZOqhDquo21QFhwrHL0msxcUCYnBnGgCLcBGAs/s72-c/AI.webp
Queimando Neurônios - Impulsionando Sinapses
http://queimandoneuronios.qnn.net.br/2019/04/inteligencia-artificial.html
http://queimandoneuronios.qnn.net.br/
http://queimandoneuronios.qnn.net.br/
http://queimandoneuronios.qnn.net.br/2019/04/inteligencia-artificial.html
true
1599119633527199605
UTF-8
Nada Encontrado VER TUDO Leia Mais Replicar Cancelar Réplica Delete Por Inicio PAGINAS POSTS Ver Tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISA TODOS POSTS Nada encontrado Voltar para o inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sabado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Marco Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutors atrás 1 hora atras $$1$$ houras atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás + de 1 mês atrás Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy